MAP – intervenções de beneficiação e preparação para nova exposição temporária

MAP

Entre 2 de outubro e 22 de novembro encontram-se encerrados os espaços expositivos do Museu de Arte Popular, tendo em vista a realização de intervenções de manutenção das coberturas e beneficiação do edifício, assim como de preparação de nova exposição temporária. Neste período permanecerão abertos ao público a Loja/Livraria assim como a Sala Polivalente do Museu, com apresentação sobre a história do Museu.

Anúncios

Jornadas Europeias do Património 2017. Fotografias

Apresentação das Jornadas Europeias do Património 2017 e Lançamento do Ano Europeu do Património Cultural 2018

No dia 21 de setembro às 15h00, no Museu de Arte Popular, em Lisboa, terá lugar a apresentação do programa nacional das Jornadas Europeias do Património 2017 em Portugal, coordenadas pela DGPC, em simultâneo com o lançamento do Ano Europeu do Património Cultural 2018, pelo Ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, pelo Coordenador Nacional do Ano Europeu do Património Cultural, Dr. Guilherme d’Oliveira Martins, e pela Diretora-Geral do Património Cultural, Paula Araújo da Silva.

dd58e2fb96a320fef2dea250d5fe1eed

Sob o tema comum “Património e Natureza”, adoptado este ano por um grande número de países membros do Conselho da Europa, as JEPs 2017, que se realizam a 22, 23 e 24 de setembro, contam com a expressiva participação de 830 entidades organizadoras, públicas e privadas, que proporcionarão à população a possibilidade de participarem em cerca de 1.500 atividades, na sua grande maioria com entrada gratuita, em 160 concelhos. O programa nacional de actividades pode ser consultado em: http://w3.patrimoniocultural.pt/jep2017/public/

Com o lançamento da realização do Ano Europeu do Património Cultural 2018, em Portugal, pretende-se lançar um primeiro repto a todas as entidades, públicas e privadas, organizações não-governamentais, e à sociedade civil em geral, para fazerem de 2018 um ano especialmente focado nos desafios, riscos e oportunidades que o património cultural, no seu sentido mais vasto, hoje apresenta, num contexto global de mudanças, através da preparação e organização de eventos alinhados com os objetivos do Ano Europeu.

Às 15h30 realiza-se a mesa redonda “Património e Natureza”, e às 18h15 a entrega de prémios da EFIM (Experiência Fotográfica Internacional de Monumentos, Conselho da Europa), dirigido a jovens, que em Portugal se realiza já há diversos anos através do Passatempo Fotográfico “Num instante…o Património”, em parceria com entidades privadas.

Mesa redonda Património e Natureza – 21 setembro 15h30 – Museu de Arte Popular, Lisboa

Sem Título

Jornadas Europeias do Património | Programação

 

Programa JEP 2017 – Museu Nacional de Etnologia (PDF)
Programa JEP 2017 – Museu de Arte Popular (PDF)

Programação para o Dia Internacional dos Museus e Noite Europeia dos Museus no MNE e no MAP!

Consulte a programação do MNE, aqui.

Consulte a programação do MAP, aqui.

Colóquio “Imagens do Povo: descoberta e encenação” | Museu de Arte Popular, 31 de maio de 2017

Aceda ao programa, aqui.

No próximo dia 31 de maio será realizado no Museu de Arte Popular o Colóquio «Imagens do Povo: descoberta e encenação». O Colóquio é realizado no âmbito da Exposição Da fotografia ao azulejo: povo, monumentos e paisagens de Portugal na primeira metade do século XX e tem como objetivo refletir sobre o papel desempenhado pela imagem nos processos de divulgação, tipificação e emblematização do povo e do mundo rural entre finais do século XIX e meados do século XX.

 Para além da relação entre a fotografia e o azulejo no processo de identificação, fixação e disseminação de estereótipos relativos a especificidades culturais locais ou regionais, ocupará lugar de destaque no Colóquio a reflexão sobre o uso da imagem, fixa ou em movimento, nos modos de construção e emblematização do povo nas primeiras décadas do Estado Novo.

 Participarão no Colóquio os seguintes oradores: José Luis Mingote Calderón (Museo Nacional de Antropología, Madrid) ; Margarida Rebelo Correia (Museu Nacional de Soares dos Reis) ; Maria de Aires Silveira (Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado) ; Tiago Baptista (Arquivo Nacional de Imagens em Movimento / Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, I.P.) ; Tiago Borges Lourenço (Instituto de História da Arte – FCSH/UNL) e Vera Marques Alves (Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia – FL/UL).